gnu-linux
A minha experiência com o newMOOVE
26/01/2017
0
imagem de gizlogic.com

 

Há um tempo que utilizava o mesmo computador, com algumas peças recicladas…penso que tinha uns 6-8 anos. Mas finalmente a placa “morreu”. Um dia apareceu queimada (condensadores pretos, e outros inchados) . E porque preciso, e já tocava, finalmente decidi comprar um computador novo (nom sou mui dado às compras novas) mas de esta vez parecia que já tinha chegado o momento. Bom, o caso é que tive que escolher entre “baratos” ou alguma coisa mais potente…

Primeiro de todo, dizer que nom foi a minha primeira escolha, mas por relaçom qualidade-preço, acabou sendo. Finalmente foi um newMOOVE da empresa VANT. E vou relatar a minha experiência:

A chegada do aparelho foi um tanto acidentada por causa da companhia de logística (uma que começa por S e acaba por UR ;-)), a pessoa comercial de VANT, mui correta em todo momento tentou agilizar a coisa, mas a empresa de logística nom foi assim muito ágil. Demorou mais do que tocava mas ao final chegou (mais de uma semana).

As primeiras provas foram um bocado desiguais, assim em geral. Logo entro um pouco com mais detalhe. Por um lado parecia que o aparelho era rápido, fazia mais barulho que alguma computadora velha que tenho por casa… O principal som que chateava era o “clic” continuado de escritura em disco (tem dois discos um SSD, com o boot e sistema de ficheiros e outro HDD com a home), em concreto no disco mecânico.

As vezes começava a funcionar, com um streaming, a ventoinha a toda máquina.

Fazendo scroll em um site qualquer  aparecia uma linha diagonal no ecrã. Aparecia nom sempre, mas somado às coisas anteriores e recentemente comprado o aparelho… pois decidi escrever ao serviço técnico da empresa, a comunicaçom com eles nom foi muito fluida, e finalmente enviei de volta para que fizerem um teste e revisem que tudo estava correto. Erro meu nom ter feito uma “auditoria” eu, mas nom tinha muito tempo e pensava que sendo um compra recente era mais uma coisa da empresa que minha.

A comunicaçom com o S.A.T. da VANT nom foi muito boa, quando eu solicitei explicitamente um informe detalhado, nom tive resposta e o aparelho voltou a casa sem mais informaçom que: atualizado o kernel (pelo tema do ecrã) e reinstalado o sistema. E já!? Pois é.

 

[Atualitzaçom 28-01-2017] Resulta que ao dia seguinte de enviar o meu relatório/auditoria do disco o S.A.T. diz-me brevemente que vendo que da erros passaram a recolher o aparelho na 2ª… e já está, outra semana mais sem o computador? Quando eu pedi explicitamente um relatório e no foi feito, e parece que nem as provas tinham feito, já que nom tinham reparado nos erros? Má experiência, com a máquina, mas sobre tudo com o S.A.T.

Veremos como acaba a historia. Certeza que vou atualizar esta entrada varias vezes… :-/

[Atualitzaçom 30-01-2017] Como eu bem sabia, aqui vem novas de esta experiência… em fim, vamos lá! Fiquei tam descontente com o trato, a falta de comunicaçom da empresa-S.A.T. que finalmente decidi devolver a máquina. Vamos ver se correr tudo bem e nom da mais problemas. Mas é que já nom me fio, nem do produto comprado nem do serviço oferecido.

Fiz a escolha consciente de uma empresa próxima e que aposta pelo GNU/Linux, pensando apoiar o projeto e ter um serviço de atençom/comunicaçom mais fluente. E achei nom assim muito diferente de que si tiver comprado o computador na China.

[Atualitzaçom 03-02-2017] Sabia que tocaria fazer outro “update”  de esta entrada. Hoje já tenho o dinheiro de volta, e o computador já está na empresa. Triste, mas ao final a coisa nom tinha começado com bom pé, e pensei que era melhor assim. Demorarom 4 dias a vir a recolher o aparelho, quando tinham dito que  já estava passada a ordem, mas foi  coisa da empresa de logística.

Em fim, nom sei que valoraçom fazer da máquina propriamente, já que nom sei si foi uma coisa da máquina que revim ou é coisa da serie… Sendo prudente, nom vou fazer mais valoraçons, e já tou a dar uma olhada a alternativas tipo SlimBook.es. 😉

Deixe uma resposta